COMO AGEM OS ESFOLIANTES

Recomendados principalmente para a remoção de impurezas e das células mortas da pele, os esfoliantes são compostos que fazem parte do ritual de cuidados com a pele da maioria das mulheres – e, hoje, também dos homens. A esfoliação ajuda a promover a limpeza profunda da pele e a renovação das células e deve ser realizada regularmente.

Para entender melhor o processo, em primeiro lugar é preciso lembrar que a esfoliação pode ser química ou física, e no primeiro caso são usados cremes que soltam as células mortas e deixam a pele com uma textura mais uniforme. Como podem conter substâncias ácidas, os esfoliantes químicos não devem ser usados sem orientação de um médico ou de outro profissional habilitado.

Na esfoliação física, as células mortas são retiradas de maneira mecânica, pelo atrito provocado pelos grânulos existentes nos produtos, que removem as camadas mais externas da pele por tração das células. Antes dessa esfoliação, a pele deve ser bem hidratada e não apresentar irritações.   

Além do rosto, também podem ser esfoliadas outras partes do corpo, como pescoço, costas, braços, pernas e colo. O procedimento também estimula a produção de colágeno, desobstrui os poros e melhora a circulação sanguínea, além de aumentar a eficácia de produtos que combatem o aparecimento de rugas e o envelhecimento da pele. É importante hidratar bem a pele depois do uso do esfoliante.

Há quem recorra a receitas caseiras para a fazer a esfoliação, algumas com açúcar mascavo, mel e até canela em pó. Para obter resultados mais garantidos, você pode optar por um produto de marca reconhecida e testado em laboratório, como o Esfoliante Facial Protex Anticravos e Espinhas, que limpa e esfolia profundamente, controla o excesso de oleosidade da pele e protege contra a bactéria P. acnes, causadora de cravos e espinhas.

Cuidado facial