Pai para filho

Brincadeiras de Pai para filho

Mostre às crianças os jogos que fizeram a sua infância. Afinal, quem é que não vai curtir jogar peteca, taco etc.?

Alerta

Como brincar
Cada jogador escolhe um apelido e todos ficam em círculo. Um jogador vai para o meio da roda e lança a bola para cima, enquanto diz o apelido de um participante. Este deve pegar a bola e gritar “Alerta”. Nessa hora, todos param onde estão. O jogador com a bola pode dar até três saltos para queimar uma criança, que sai da rodada ou perde ponto, dependendo da regra que combinarem.

Por que é legal
Imprevisibilidade! É isso que traz emoção para esse jogo que exige resposta rápida, pontaria e concentração.

Caça ao tesouro

Como brincar 
Um participante esconde as pistas, papéis com as dicas para achar o tesouro, em lugares bem diferentes. Os outros têm de encontrá-las e juntar as informações para descobrir o esconderijo.

Por que é legal Tem suspense e conquistas em etapas, além de estimular a imaginação e a percepção espacial. Você vai se divertir com as investidas – certas e erradas – e vai acabar torcendo por eles. Dividir o tesouro entre vencedor e vencidos pode ser uma boa. Estimula o altruísmo.

Peteca

Como brincar 
Você já sabe. Mas para ficar mais estimulante, lance desafios para o seu adversário, propondo que ele pule, fique em um pé só, troque de mão, tudo isso enquanto jogam. Atribua pontos a cada desafio conquistado.

Por que é legal
A simplicidade da brincadeira fará vocês rirem dos erros e acertos. Exige atenção, coordenação e equilíbrio, e uma boa dinâmica entre os participantes.

Curiosidade
A palavra peteca possui origem indígena e significa “bater”. E a peteca deles é diferente. Para a base do brinquedo, eles fazem uma trouxa de folhas com pedras dentro. No lugar das penas, colocam uma espiga de milho.

Taco

Como brincar
O objetivo é rebater a bola com o taco para bem longe, a ponto de conseguir trocar de base, antes que os adversários peguem a bola.

Por que é legal
Uma brincadeira tipicamente de moleque que exige esperteza, agilidade e um bom trabalho em dupla.

Curiosidade
Antigamente, para se definir quem começava a jogar, se cuspia de um lado do taco e o jogava para o alto. Cada dupla, no seu campo, escolhia uma resposta: seco ou molhado. A posição que o taco caía estabelecia quem começaria a lançar.