LAVAR O ROSTO: UM É POUCO, DOIS É BOM, TRÊS É DEMAIS

Uma das coisas mais desagradáveis que pessoas com pele oleosa ouvem é a frase: “Você lavou o rosto hoje?”. O aspecto gorduroso confunde, mas, diferentemente do que algumas pessoas pensam, quem tem a pele oleosa não pode exagerar na higienização. Ou seja, não pode esfregar demais nem lavar o rosto várias vezes por dia.

Quem abusa da limpeza acaba por conseguir um resultado totalmente contrário ao esperado, ou seja, mais brilho e mais gordura. É o chamado efeito rebote, que acontece quando se remove a hidratação natural da pele e o organismo entende que precisa fazer alguma coisa. As glândulas sebáceas são então acionadas para produzir mais gordura, a fim de proteger a pele. Essa proteção vem em forma de uma camada extra de sebo, e o resultado é uma pele ainda mais oleosa.

Por isso, não abdique da limpeza, mas também não exagere. Lave a pele do rosto duas vezes ao dia, na parte da manhã e à noite. Uma terceira higienização só deve ser feita em ocasiões específicas, por exemplo, em dias extremamente quentes, em que a pele sua muito, ou depois da academia, da piscina ou da praia. Depois da lavagem, não se esqueça do hidratante e, na etapa diurna, do protetor solar.

Utilize sempre produtos específicos para o seu tipo de pele. No caso das mais oleosas, a Protex possui uma linha de cuidados faciais anticravos e espinhas e oil control, com sabonetes em barra e líquido, esfoliante e hidratante em gel, que não obstrui os poros.

E lembre-se: o efeito rebote não acontece exclusivamente em peles oleosas e pode atingir também as secas, normais e mistas.

Cuidado facial